29 de janeiro de 2015

All Of Me - Parte 2

Os dias se passaram. Desde então, eu não havia mais trocado mensagens com Zac. Era minha última apresentação como Gigi. Eu estava eufórica e como sempre fazia, fiquei sozinha em meu camarim para poder me concentrar. Me sentei no sofá que havia ali e comecei a aquecer minha voz. De repente ouço alguém bater na porta. Pensei ser algumas das minhas colegas de trabalho, mas grande foi minha surpresa ao me deparar com dois pares de olhos azuis me encarando com um sorriso de lado.
Eu não disse nada. Apenas o puxei para dentro do camarim, trancando a porta em seguida, para logo me agarrar naquele corpo que à meses eu não tocava.

-Não consigo acreditar que você veio me ver...

-Seria injusto ver todos que estão lá dentro te prestigiando e eu não. Sei que esse musical é muito importante para você e não queria perder isso, mesmo vindo apenas na última apresentação. 

-Não importa... O importante é que você veio... E eu estou tão feliz, Zac. Obrigada!

Ele sorriu para mim tão lindamente que senti todo meu interior se derreter. Zac colocou minha franja atrás de minha orelha e aproximou o rosto do meu. Senti seu hálito quente bater em meu rosto e um desejo súbito de beijá-lo se apoderou de mim. Zac roçou nossos narizes e mesmo de olhos fechados, pude sentir que ele sorriu. Não aguentando mais esperar por mais de seu toque, agarrei seu ombros com força, colando nossos corpos e juntando nossos lábios em um beijo completamente desesperado e cheio de saudade.

Aquele beijo. Aquele sabor inesquecível. Zac continuava o mesmo. Apesar de termos decidido realmente acabar com nossas “ficadas”, nos encontrávamos às vezes, apenas para conversar um pouco e matar a saudade, mesmo sem poder trocar carinhos. O máximo que rolava nesses encontros rápidos eram alguns selinhos e olhe lá. Agora ele estava ali de novo. Perto de mim. E eu aproveitaria cada segundo para tentar matar a enorme saudade que eu sentia dele.

Senti seus lábios passarem por meu pescoço e suas mãos grandes em minha bunda, me dando impulso para rodear sua cintura com minhas pernas. Eu estava quente e desejosa por seu toque mais íntimo e mesmo sem precisar falar, Zac notou isso ao olhar meus olhos cobertos de malícia.

Segundos depois eu já estava deitada no sofá com Zac sobre mim. Suas mãos eram ágeis e logo já haviam se livrado do roupão negro que eu usava, deixando-me apenas de lingerie. Senti seus lábios descendo por meu queixo, ombro e colo, me fazendo soltar altos suspiros de contentamento, enquanto desabotoava sua camisa e passava minhas mãos por seu peito, sentindo aquela área definida e macia. Em um piscar de olhos, Zac abaixou meu sutiã, para logo criar um contato mais íntimo entre sua boca e meus seios. Ele os sugava com precisão e ao me ver  mordendo meus lábios prendando altos gemidos que queriam escapar, deu leves mordidas em meus seios, o que me deixou mais louca de desejo ainda, me fazendo

Após se dedicar certo tempo naquela área, Zac subiu os beijos e logo estávamos novamente trocando um beijo, dessa vez mais calmo e apaixonado.Quando resolvi enfim tirar sua camisa, ouvi alguém bater na porta e a maçaneta girar. Graças a Deus eu havia trancado com chave. Ouvi meu nome ser chamado e pude notar a voz de Austin e Ashley do lado de fora.

Zac e eu nos levantamos rapidamente. Levantei meu sutiã para seu devido lugar e coloquei meu roupão. Fui para frente do espelho tentando arrumar meu cabelo e vi, através dele, Zac me olhando, com os olhos brilhando, enquanto abotoava sua camisa.

-Já vou abrir, só um minuto!-Gritei para quem estava do lado de fora, enquanto ouvia Austin resmungar alguma coisa com Ashley. - Zac, você precisa se esconder- eu dizia baixinho- atrás daquela porta ficam os figurinos que uso, se esconde lá e espere um pouco, vou dar um jeito de despachá-los daqui. 

Ele assentiu sorrindo e me deu um selinho antes de correr e se fechar dentro do pequeno cômodo.
Me olhei mais um vez no espelho, e estando aparentemente apresentável, me dirigi até porta, destrancando-a. Dei de cara com uma Ashley e uma Stella sorridentes e um Austin nada contente pela demora.

-Que demora hein, Vanessa? O que você tava fazendo?- ele questionou, azedo demais para meu gosto.

-Deixa de ser chato, Austin. Vem aqui amiga, tava morrendo de saudades suas.

Ashley disse me puxando para um abraço apertado.

-Você está com as bochechas rosadas e sua respiração está meio ofegante. Quem está aí dentro?- ela sussurrou em meu ouvido, me fazendo arregalar os olhos em surpresa. Como ela sabia que eu estava com alguém?! Olhei para ela sorrindo e ergui uma sobrancelha. Ela entendeu na hora que Zac estava ali e soltou um risinho, que passou despercebido por Austin. Logo em seguida abracei Stella.

-Saudades de você, minha gordinha!

Esse era um apelido que eu chamava Stella desde que ela era pequena com suas bochechas gordas e fofas.

-Eu também, anãzinha.

Ela beijou meu rosto e eu me dirigi a Austin, que estava emburrado e o abracei.

-Pessoal, estou muito feliz e agradecida por ter vocês aqui, mas eu preciso de um tempo sozinha para me concentrar. Quando a apresentação acabar, eu encontro vocês.

-Tudo bem, amiga! Temos muito que conversar depois. Vamos gente. Boa sorte, V!

Sorri agradecendo, enquanto elas saíam. Porém, Austin nem tirou o pé do chão.

-Austin eu preciso mesmo...

-Já entendi Vanessa. Mas não vai me dar nem um beijo? Você sabe que eu odeio isso aqui. Odeio musicais e só vim porque tá cheio de papparazis lá dentro do teatro. E o que eles iam pensar de mim, que sou seu namorado, se não comparecesse nessa droga?!  Preferia mil vezes ficar em casa de boa, sem nada para fazer do que vir a essa apresetaçãozinha de meia tigela.

Meus olhos se encheram de lágrimas. Como é possível ser tão insensível assim? Ao contrário de Zac, eu nunca fui motivo de orgulho para Austin, a não ser pela minha fama e meu dinheiro.

-Não pedi para que viesse e pouco me importa o que o mundo pensa sobre meu namorado. Pensei que você, ao menos dessa vez, viesse me prestigiar pelo meu trabalho e não apenas para aparecer nos holofotes. Sinto muito, mas hoje você fica sem beijo para aprender a me tratar direito. Sou uma mulher e não um cãozinho. Ou melhor, até um cão merece respeito, diferente de certas pessoas que eu conheço.

Austin me fuzilou com os olhos e saiu pisando forte. Entrei em meu camarim novamente e deixei que as lágrimas caíssem de meus olhos. No mesmo instante senti braços fortes me envolverem e o perfume de Zac adentrar minhas narinas. Me agarrei em sua camisa e funguei, tentando cessar meu choro.

-Não chora, Nessa. Você sabe que ele não merece isso de você. Você deve ignorar tudo o que Austin diz. Ele não presta e você sabe disso. Amor... Eu prometo que isso vai acabar antes mesmo que você perceba. Te prometo que logo,logo estaremos juntos de novo. Só confie em mim.

Assenti com a cabeça, ainda fungando por causa do choro e enterrei meu rosto na curva de seu pescoço. Ficamos abraçados durante um tempo até ele se afastar de mim.

-Tenho que ir, baby. Sua apresentação começa daqui a pouco. Ergue a cabeça e dá aquele sorriso que só você sabe dar. Eu te amo, princesa!

O olhei com o coração acelerado e com os olhos brilhando de felicidade. A anos eu não ouvia aquela pequena frase saindo de sua boca.

-Eu também amo você, boo.

Zac sorriu e tirou algo do bolso. Ficou atrás de mim e logo senti um colar em meu pescoço. Era dourado, com um pingente de coração. Nas costas havia uma pequena frase “Cause all of me
loves all of you” que fez meu sorriso crescer ainda mais, e nossas inicias grafadas em preto logo embaixo.

-Isso é para te dar sorte e para você lembrar que eu vou cumprir minha promessa.

Dizendo isso, Zac beijou minha nuca e minha testa e saiu do camarim. Agora sim. O mundo podia acabar. A apresentação podia sair uma merda. Eu poderia esquecer todas as minhas falas e todas as músicas. Mas nada seria capaz de acabar com a alegria que eu estava sentindo. Algo bom estava para acontecer e eu confiava em Zac.

+++

A apresentação foi um sucesso. Assim que as últimas notas soaram pelo teatro uma explosão de gritos, aplausos e assovios se foi ouvida. Eu estava totalmente realizada e satisfeita com meu desempenho. Eu, juntamente de todo o elenco, unimos nossas mãos e agradecemos ao público que vibrava em suas cadeiras.

Olhei para a primeira fila à direita e vi Ashley, Stella, Alec e Chris me aplaudindo e gritando meu nome. Austin batia palma sem vontade e pude ver em seus olhos desprezo e tédio. Mas isso logo mudou quando alguns fotógrafos se aproximaram dele. Ele nunca iria mudar.

Percorri meus olhos pelo teatro e vi Zac na primeira filha à esquerda. Ele usava um disfarce. Um bigode e uma barba acinzentados estavam em seu rosto. Sua cabeça estava coberta por um chapéu preto e seu corpo agasalhado por um casaco longo da mesma cor. Assim que ele viu que eu havia visto ele, soltou um “Parabéns, amor” e piscou para mim. Sorri de volta, sussurrando um “Eu te amo” mudo e voltei meu olhar para a plateia.  

+++

Oi,oi amores!!!! Depois de muito estresse e muitas lágrimas, consegui postar o capítulo!!! Sinto muito por ter demorado mais do que devia, mas aconteceram problemas técnicos com meu pc e eu tive de reescrever todo o capítulo, sem contar a parte 3. Enfim, aqui está a parte 2, espero que tenham gostado.Até a próxima,kisses!

P.S.: Muito obrigada pelos comentários...Estou realmente muito feliz pela quantidade de pessoas que comentaram no capítulo anterior. Espero ver isso nos que estão por vir. Love you, girls ♥

9 comentários:

  1. Adorei....
    Ansiosa para o próximo

    ResponderExcluir
  2. Austina sempre sendo ridícula...Arg. aaaaaah eu quero eles dois
    juntos logo ♡♡♡ que a vanessa bata bem muito no austin ( eu ia dizer pro zac bater, mas seria covardia ele bater em mulher então é melhor que a vanessa bata) posta maaais♡♡♡♡♡♡♡♡♡

    ResponderExcluir
  3. Meu deus,esse Austin só vem pra estregar,to amando todo esse barraco,gosto de quando as coisas acontecem é isso aí,mas eu queria saber se vc conhece outras fanfics de zanessa pra ler?eu já li várias,e a maioria está incompleta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi...Primeiramente obrigada pelo comentário!!!Respondendo a sua pergunta...Tem várias fanfics que eu sigo,algumas estão em andamento e outras já estão finalizadas...Entre no meu perfil e você encontrará muitas histórias >>> https://www.blogger.com/profile/00096323590731230018
      Essas aqui são minhas que já foram finalizadas
      http://ficnothinglikeus.blogspot.com.br/2014/01/em-breve.html
      http://zanessaaprimeiravista.blogspot.com.br/2013/07/capitulo-1_3.html

      Excluir
  4. O capítulo ficou incrível, Rafa.
    Os dois são tão perfeitos ♡
    Ansiosa pra ver a Vanessa se livrando de Austina haha
    Posta loguinho
    Bjo flor

    ResponderExcluir
  5. Ahh que ridículo esse Austin tomara que ela despacge ele logo!! Posta logooo

    ResponderExcluir
  6. Ahhhh eu vou matar o Austin!!! Não acredito que ele atrapalhou o zac e a Vanessa, tomara que ela acbe logo com ele e fique combi zac!! Posta maisss

    ResponderExcluir
  7. Cara
    Esse austin é um pé no saco
    Q bicho chato,ainda bem q vanessa tem o zac kkk
    Amei

    ResponderExcluir
  8. Ódio mortal do Austin cara chato do caramba!!!
    Q o Zac cumpra a promessa logo e a Vanessa se livre desse troço!!!
    Ameeii
    Beijoos

    ResponderExcluir